©
Minha mãe disse que as garotas são como vidros. São frágeis. Uma vez que escapam das mãos de alguém e caem no chão, se partem em centenas de pedaços. Ela me ensinou também que com uma garota não se brinca, se cuida. Deve ser terrível se sentir quebrada, porque até onde eu sei, quando um copo quebra já não há como conserta-lo. Mesmo que recolha os cacos grandes, é impossível recuperar todos. Pode não parecer, mas os cacos pequenos que não conseguimos recuperar faz uma falta tremenda. São esses cacos pequenos que impossibilitam de voltar as coisas como eram antes. São esses cacos que estilhaçam os pés descalços, que faz sangrar. Se bem entendi, se eu quebrar o coração de uma garota, ela irá transformar toda sua doçura em espinhos afiados? Mãe, eu tenho medo do amor.
A vida de Freddie Landon, 08 anos.  (via florestares)

amargedom:

Não adianta. Eu não vou chorar, não vou sofrer, não vou te ligar! Eu te amo, mas também me canso.
Sentir falta é diferente de sentir saudade. A saudade bate, agonia, estremece. A falta congela, chora, entristece. A saudade é a certeza que a pessoa vai voltar. A falta, é o querer ter de volta, mas saber que não vai ter.
Tati Bernardi (via frasesdiretas)
Amar não é se jogar de um precipício. É perceber em uma pessoa o quanto ela te faz bem, que apesar da distância ela está mais presente, que muitos que moram por perto. É ouvir aquela voz, e fazer dela a melhor melodia. É encontrar alguém que faça valer a pena viver uma vida inteira dedicando todo o amor do mundo somente pra ela. É brotar a cada novo dia, sorrisos diferente ao em vez de lágrimas.
d-engoso  (via d-engoso)

Ele te ama, te completa, te ensina, te ajuda, te levanta, Ele é Deus.

Olhei o rosto dela e pensei: merda, eu a amo.
Bukowski (via sexflyn)
Mas eu te amo também do jeito mais óbvio de todos: eu te amo burro. Estúpido. Cego. Eu acredito na gente.
Tati Bernardi. (via reprovador)